Disfunção Temporomandibular

O termo disfunção temporomandibular é utilizado de uma maneira genérica
para definir alterações patológicas articulares e musculares da face
e pescoço. No entanto, podemos dividí-la em dois grupos básicos
de disfunções:

1 - Síndrome de Dor e Disfunção Miofacial (relacionada à musculatura)

2 - Patologias Internas da ATM (disfunção da ATM propriamente dita)

A disfunção ATM, é uma doença pouco conhecida. O principal
causador da disfunção é o mau relacionamento dos dentes com
a mandíbula, mas o stress, hábitos nocivos e repetitivos, doenças
sistêmicas, hormonais, excesso de cafeína, pouca ingestão de água
e alterações posturais também contribuem para a doença.

Alguns de seus sintomas são dores musculares, articulares, zunidos no
ouvido, otite, limitação na abertura da boca, bruxismo, enxaquecas, inchaços
na face ao lado da boca, dor de ouvido, nevralgia do trigêmeo, surdez momentânea
e ruídos articulares.

Tratamento multidisciplinar é o segredo para um resultado satisfatório na disfunção temporomandibular.

Alterações no sistema manducatório

Sistema manducatório é atingido através da postura crânio-cárvico-mandibular porque representa união entre as cadeias musculares anteriores e posteriores. A maxila através do crânio se liga a cadeia posterior, e a mandíbula junto com a língua estão ligadas a cadeia anterior. Como também alterações de mordida podem alterar a posição da coluna cervical e provocar lesões de cadeias descendentes.